NOVOS PARADIGMAS NA PRÁTICA DO PSICÓLOGO ESCOLAR

Fonte: http://www.scielo.br/pdf/prc/v18n2/27470.pdf

Psicologia: Reflexão e Crítica, 2005, 18(2), pp.196-199

Novos Paradigmas na Prática do Psicólogo Escolar
Edla Grisard Caldeira de Andrada1
Universidade Federal de Santa Catarina
Resumo
Este trabalho reflete acerca das implicações paradigmáticas envolvidas na prática do Psicólogo Escolar nos dias de hoje, que tem sido
modificada radicalmente ao longo de sua história voltando-se para uma prática relacional, baseada em um pressuposto do ser humano em
construção histórica e social. Entretanto, quando este profissional adentra uma instituição educacional, depara-se com inúmeras dificuldades:
falta de compreensão de outros profissionais da educação acerca do papel do psicólogo na escola; manutenção de uma prática excludente,
individualista (o problema está no aluno ou na sua família), caracterizando um pensamento cartesiano e linear de causalidade. Porém, confrontando
posturas, poderá criar espaços de reflexão junto aos sujeitos da escola, visando criar condições mais justas de existência. A partir do pressuposto
histórico-cultural e da teoria sistêmica, apresentam-se formas de criação destes espaços de reflexão acerca dos problemas da escola, cujos
resultados apontam para uma nova prática do profissional de psicologia escolar.
Palavras-chave: Psicologia escolar; teoria sistêmica; psicologia histórico-cultural.

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s